Botão de emergência ou alarme? Saiba qual o melhor recurso para reforçar a segurança do seu patrimônio Viver em um país, cujo número de roubos e furtos chega à casa de dois milhões de ocorrências por ano, de acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, requer a adoção de algumas medidas extras de segurança. Em 2019, o Brasil ficou em 116° lugar no ranking de paz de 163 países, atrás inclusive do Haiti, Guatemala e até Turcomenistão. Ainda segundo o anuário, alguns destes delitos se agravam culminando a morte da vítima. Diante deste cenário, nem o governo ou as forças policiais conseguem combater com eficiência a criminalidade, por isso recorrer a alternativas particulares pode ser a melhor estratégia na hora de assegurar seu patrimônio. Seja para proteger a residência, comércio, empresa ou até mesmo veículo, atualmente existem soluções extremamente práticas e eficientes, que contam com o que há de mais moderno e tecnológico do segmento de segurança. Os sistemas de segurança eletrônica como o alarme e o botão de emergência são os mais populares, inclusive, muito eficientes no que diz respeito ao acionamento de socorro. Para saber mais sobre estes recursos, inclusive, qual o melhor para reforçar a segurança do seu patrimônio, destacamos os principais detalhes, vantagens e dicas extras de como reagir em situações de emergência. Botão de Emergência O botão de emergência, também conhecido como botão de pânico é um item prático e extremamente eficiente para auxiliar pessoas, lojas e comércios em geral a pedir reforço de segurança em situações de risco. Ele pode ser usado como ferramenta pública ou privada, a fim de assegurar a vida, como também patrimônios e bens. Vale lembrar, que o botão de emergência, assim como já diz seu nome, só deve ser acionado em situações de extremo risco ou periculosidade. Um exemplo é quando o indivíduo está acuado devido a uma abordagem que gere risco a sua integridade. Um chamado de reforço falso pode acarretar em um enorme transtorno para os envolvidos, diante disto, deve ser usado com responsabilidade e precaução. Como funciona o Botão de Emergência? O Botão de emergência não emite som ou qualquer tipo de alerta perceptível aos criminosos. Ao ser acionado ele discretamente emite um aviso à Central, que pode ser um setor de segurança, polícia ou até bombeiros, de forma extremamente rápida. Por isso, ter qualidade nesse caso é um ponto de máxima prioridade, visto que o mau funcionamento do equipamento pode ser crucial. Tipos de Botão de Emergência No mercado de segurança existem variados modelos de botão de emergência, alguns até comercializados na internet, o que pode colocar em dúvida a questão de credibilidade. Na hora de escolher qual o melhor tipo, vale a pena investir em empresas específicas do ramo, como a Findrs, que traz soluções em SOT (Security of Things), features de Big Data, Inteligência Artificial e Computação Cognitiva, a fim de evoluir o conceito de Internet of Things (IOT). Botão de Emergência Móvel: Este tipo de botão pode ser portátil ou digital. É muito utilizado por pessoas, motoristas, pedestres e vigilantes. Botão de Emergência Fixo: Ele pode vir com ou sem fio e é mais usado para garantir a segurança de locais, entre estabelecimentos comerciais, empresas e prédios públicos. Dicas de uso A melhor recomendação para o botão de pânico é utilizar associado a um sistema de monitoramento de imagem do local. Desta forma, a central de segurança poderá monitorar o que está acontecendo, além de verificar a veracidade da ocorrência após o acionamento. Lembre-se de instalá-lo em um local estratégico, a fim de que seu acionamento seja discreto e não possa ser pressionado acidentalmente. Alarme O sistema de alarme inclui diversos recursos, inclusive, o botão de emergência é considerado um deles, entretanto, aqui vamos focar em tipos de alarme que são ativados automaticamente, sem a necessidade de uma intervenção direta, como no caso do botão que deve ser pressionado. Estes alarmes podem ser programados para realizar notificações como também, detectar autonomamente situações de riscos. Os alarmes são mais utilizados para segurança de bens e locais, entre veículos, cargas, residências, comércios e empresas. Entre os tipos mais comuns estão os alarmes com sensores magnéticos, detector de movimentos, infravermelho, quebra de vidro e cercas elétricas e virtuais. Sensores Magnéticos: Os alarmes com sensores magnéticos realizam a detecção de movimentos, como por exemplo, a abertura de portas e janelas. São mais utilizados em residências e estabelecimentos de pequeno porte. Detector de Movimentos: Já este sistema faz uso de raios ultravermelho, que revelam as diferenças de temperatura do ambiente, resultado da ação de movimentos anormais. Infravermelho ativo: Quando há um bloqueio do feixe de luz ou da área abrangida, este sistema é acionado. Atualmente ele vem substituindo as cercas elétricas. Quebra de Vidro Acústico: Um alerta é emitido à Central de Segurança após movimentos bruscos de quebra, como por exemplo, da janela. Ele capta ondas sonoras emitidas durante o impacto. Cerca elétrica ou virtual: As cercas elétricas emitem choques ao toque, entretanto, este recurso vem sendo substituído pelo sistema infravermelho ativo, inclusive, pelas cercas virtuais, que criam barreiras geográficas e em caso de evasão, emite sinal diretamente ao usuário. Qual o melhor botão de emergência ou alarme? Como vimos, estes dois recursos para segurança têm como principal diferença o acionamento. Enquanto o botão necessita de uma intervenção humana, o alarme pode emitir sinal à Central de Socorro automaticamente. Cada um deles pode ser mais eficaz, de acordo o tipo de bem assegurado, por isso, não há o melhor e sim, o mais indicado para cada caso. Uma boa alternativa é utilizá-los associados, desta forma você garante o máximo de proteção ao seu estabelecimento ou residência. Para garantir estes e outros sistemas de proteção com tecnologia de primeira não deixe de contar com a Findrs. A Findrs é expert no segmento de monitoramento, rastreio e localização de pessoas e bens. Além de aliar tecnologia de primeira às tendências mais atuais do mercado de segurança, a Findrs oferece soluções práticas e de baixo custo.